segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

¢σηƒιѕѕõєѕ ∂є υмα єχ-α∂σℓєѕ¢єηтє αραιχσηα∂α

Um dia estava conversando com minha mãe sobre o blog, ela contou que quando jovem, durante um grande amor escreveu um poema e perguntou se eu queria publicá-lo, achei muito interessante, pois não é comum imaginar que nossos pais já sentiram e passaram exatamente pelas mesmas coisas que estamos passando ou sentindo, mas a verdade é exatamente esta!!

Então cá está ele:


Quem sabe definir o amor
Quem sabe dizer se ele é bom ou ruim
Quem sabe se ele faz sofrer
Quem sabe o que ele pode fazer de mim

Eu nunca tinha sentido o amor
Daria tudo pra ele chegar até mim
Mas se soubesse que ele era assim
Não teria deixado ele vir

Porque dizer que ele é bom?
Porque gosta de senti-lo?
Porque fazes dele o teu viver?

Não digas que só tenho desgosto
Não penses que só tenho amargura
Pois o que sinto é o oposto
É esse lindo e cruel AMOR!!

Elizabete Lima

3 comentários:

wanessa mhaira maia disse...

tua mãe era tãão bobil quanto tu..

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

patyemo disse...

O poema ficou muuito lindo!!!!
Adorei!!!

Feliz ano novo=XD

bju :)

Islana disse...

viiixe, olha ai a Tia Elizabeth...

se garantiu!!! tava era apaixonada mesmo!

rs

Postar um comentário